SONHOS

Na quinta-feira passada eu e a minha esposa fomos tomar um café e, enquanto isso, deu uma reportagem sobre um novo cruzeiro e que, por sinal, tem dimensões impressionantes, é moderno, tem tudo o que você pode imaginar. No café estava uma família composta por um casal e os seus dois filhos, não julgando pela sua aparência, contudo, pareciam ter pouquíssimas condições financeiras.

Um dos filhos estava atônito ao ver a reportagem sobre o Cruzeiro. Consegui perceber no seu olhar: ele imaginar-se naquele grande navio a desfrutar de tudo. O rapaz, com um pequeno gesto, chama a atenção da mãe e diz-lhe: " Mãe, um dia podemos viajar naquele cruzeiro?", de imediato a mãe responde-lhe de uma maneira natural: " Tu nem tentes sonhar!" Esta resposta deixou-me insatisfeito. Por um lado, compreendo atitude desta mãe. Porque, quando uma pessoa vive durante muitos anos com o pouco, ela acaba por se habituar e achar que nunca irá alcançar a vida de sonho que imaginou e, talvez por isso, aquela mãe desprezou a hipótese de poder usufruir de uma viagem no cruzeiro ou de ter algo melhor na vida. Por outro lado, não podemos deixar de sonhar e deixar de lutar. Efectivamente, o ser humano tem uma capacidade incrível de vencer. No entanto, quando a mente fica bloqueada, a visão ofuscada, um coração cheio de feridas, fruto de uma vida difícil, a pessoa fica presa no tempo e quando chega à velhice, no geral, são tristes e frustradas. Não se refugie nos vícios para esquecer as suas mágoas e nem permita que "amigos parasitas" roubem a sua fé. Independente da sua situação, não desista.

NÃO PARE DE SONHAR!

Gonçalo Câmara